O que levar na bagagem para o seu intercâmbio?

Se você está prestes a fazer um intercâmbio e sofre para arrumar a mala, este artigo foi feito para você. As dúvidas ficam ainda maiores por não se tratar apenas de um passeio, mas de morar em um país estrangeiro. E geralmente é diante da mala vazia que dá aquele frio na barriga e a ficha cai.

Para ajudar, preparamos algumas dicas para a sua mala antes de você se mudar para os Estados Unidos, o Canadá, a Inglaterra ou a Austrália. A duração do intercâmbio, claro, também vai influenciar em algumas decisões. Antes de ir, é bom pesquisar o clima da cidade onde você vai morar, as estações que o período do intercâmbio abrange e decidir se você deseja conhecer outras cidades durante os dias de folga ou ao final dos estudos. Dependendo das respostas, sua mala pode mudar bastante.

Malas prontas para um mês nos EUA.

Se o seu intercâmbio é de apenas um mês, não vai ter problemas com mudanças de estação, sendo desnecessário levar muitas roupas para mais de uma época do ano. Evite repetir itens, escolha roupas com o maior número de combinações entre si e leve apenas a quantidade que vai precisar para o tempo que for morar fora.

Caso você decida passear mais um pouco e vá para outras partes do país, onde a temperatura muda, então vai ter de dividir sua mala com roupas para climas diferentes. Lembre-se que os Estados Unidos possuem 50 estados e vários fusos horários, diversificando o clima em todo o seu território.

Evite levar roupas e objetos grandes que ocupem muito espaço na mala, como cobertores e edredons. Se o local onde vai se hospedar oferece essas comodidades, então você não tem com o que se preocupar. Mas, se precisar, pode comprá-los no próprio país por um valor acessível. Depois, você decide se traz para o Brasil ou deixa nos EUA para alguém que estiver precisando.

Se houver lugar na mala, pode incluir um jogo de lençóis e fronha, caso o local de hospedagem também não inclua roupa de cama simples. O mesmo vale para as toalhas, uma de rosto e outra de banho, pequena. Assim, é um gasto a menos logo na chegada.

Se você for chegar no inverno com a ideia de comprar roupas por lá, inclua pelo menos um casaco e uma roupa mais quentinha, até adquirir algo mais adequado ao frio da cidade.

Um lembrete importante: mesmo para quem quer economizar, comprar algo nos Estados Unidos é irresistível. Por isso, tenha em mente que, quando você voltar, terá de carregar tudo o que levou do Brasil, mais o que adquiriu nos EUA. Então tenha espaço para as suas compras.

Cuidado com a mala para não congelar no Canadá.

Se você escolheu passar um mês no Canadá e for chegar durante o inverno, não espere que suas roupas de frio sirvam por lá. Pode levar seu casaco mais reforçado, para pelo menos entrar no país sem sofrer tanto. Mas vá preparado para gastar uma graninha logo no início com botas, casaco e luvas mais apropriados.

Quem já visitou países mais frios e possui casacos quentinhos pode levá-los. E para não ocupar muito espaço na mala, uma dica bastante útil é embalar tudo com sacos a vácuo, que você encontra em grandes lojas ou na Internet. Eles reduzem o volume das roupas e liberam espaço na mala, mas atenção: o peso continua o mesmo.

Sobre suas outras roupas, pode levar shorts, calça jeans, bermuda, vestido, saia… mas em quantidade menor durante o inverno. E não esqueça as roupas íntimas! Esse item, aliás, precisa de atenção especial das meninas: não esperem comprar calcinhas no Canadá. O padrão canadense é diferente do nosso e pode ser que não agrade o gosto das brasileiras.

Mais uma dica de sobrevivência: para recarregar a bateria do seu celular, ou se você trouxer outros aparelhos eletrônicos, vai precisar de um adaptador que sirva nas tomadas canadenses. Os plugs brasileiros não se encaixam por lá.

Se você está acostumado a consumir tapioca, café, farinha, farofa e outros produtos típicos no Brasil, muito provavelmente vai acabar encontrando uma loja brasileira. Só que esses produtos tendem a ser mais caros e de qualidade inferior. Por isso, se você não consegue passar um mês sem eles e, principalmente, se isso não prejudicar a sua mala, pode levar. Mas lembre-se que você vai morar em um país estrangeiro e o mais legal dessa experiência é viver a cultura local – e isso inclui a comida.

Para quem fuma, um alerta: cigarros no Canadá são caros e, além de serem prejudiciais à saúde, vão prejudicar o seu bolso. Por isso, leve os seus. Você só não pode ultrapassar o limite de 200 unidades, ou 10 caixas com 20 cigarros dentro da mala. Nosso conselho: o intercâmbio pode ser a oportunidade que você estava esperando para largar o vício 😉

Vai para a Inglaterra? Prepare sua mala para a chuva.

Verão, outono, inverno ou primavera? Não importa em qual estação você vai passar o seu mês de intercâmbio: na Inglaterra, vai chover. E não conte com o seu guarda-chuva, porque também há muito vento. Os ingleses há muito tempo desistiram desse acessório e preferem usar roupas impermeáveis sobre as peças comuns. Lojas vendem casacos e botas à prova de chuva que vão ser muito úteis no seu dia a dia. Mas procure um comércio popular, onde é possível encontrar esses itens a um preço mais em conta. Afinal, você não vai querer ficar gastando em libras.

Para chegar ao país, vale a mesma dica do Canadá: leve um casaco para não passar muito frio logo de cara. E tenha sempre uma calça ou blusa de lã, mesmo no verão. Nessa época, a temperatura varia de 16ºC a 21ºC e, como é a estação mais chuvosa, a sensação térmica pode ser ainda menor. Já a primavera é quando a variação de temperatura mais se intensifica, indo do frio ao calor no mesmo dia, passando pelo chuvoso, sempre.

Se você costuma usar calça jeans, traga uma quantidade adequada para o mês. Não espere comprar na Inglaterra. Lá, a modelagem é bem diferente da brasileira. E, se por acaso você der a sorte de encontrar calças que sirvam no seu corpo, certamente terão um preço maior.

Outros dois itens indispensáveis são um jogo de lençóis e fronha e sua toalha de banho. Se nos Estados Unidos você corre o risco de se hospedar em um lugar que não ofereça essas comodidades, na Inglaterra é praticamente certo. A maior parte das acomodações estudantis não as disponibiliza.

Sobre seus aparelhos eletrônicos, você só deve levá-los se forem 220V ou bivolts. Outro empecilho é a tomada, bem diferente da brasileira. Por isso, tenha sempre em mãos um adaptador universal: você vai precisar dele quando quiser recarregar a bateria do celular.

Por último, uma boa notícia: entre os seus documentos, pode levar a Carteira Nacional de Habilitação. Mesmo que a “mão inglesa” seja do lado oposto à brasileira, o país permite que você use sua CNH para locar um automóvel e sair dirigindo \o/

Seis meses na Austrália vão dar trabalho pra você.

Trabalhar é uma das vantagens dos intercambistas que escolhem ir para a Austrália. Aliar uma experiência profissional aos estudos garante um contato maior com a população e o estilo de vida australiano. Por isso, além das suas roupas comuns, é indicado levar um jogo de roupa social para entrevistas: calça preta e camisa branca. Essas peças podem ser requisitadas pelo seu futuro empregador para um teste, principalmente se você for trabalhar como garçonete ou garçom.

Como o período de intercâmbio na Austrália é maior do que nos outros países, você provavelmente vai passar por duas ou até três estações. Mas nem por isso precisa encher a mala com todas as suas roupas. O ideal é levar o suficiente para sobreviver ao início de cada estação e comprar por lá o que mais for preciso. Até porque os preços no país podem ser melhores do que no Brasil, para roupas sem marca.

É importante você saber que aquelas imagens turísticas da Austrália, sempre calorosas, podem enganar. A parte norte do país realmente possui um clima mais quente, mas o sul, onde estão as maiores cidades, tem as estações muito bem definidas: calor no verão e frio no inverno. É importante você ter no seu guarda-roupa um casaco bem quente, uma jaqueta corta-vento, uma blusa de lã e um casaco ou blusa leve, além das peças comuns: camiseta, shorts ou bermuda, saia ou vestido, etc.

Entre os calçados, inclua um par de sapatos pretos, ou compre por lá. Alguns empregadores exigem o sapato para o trabalho, assim como a roupa social, principalmente se você for trabalhar com eventos. Outros admitem tênis, mas é bom levar por precaução. Ou comprar por lá, como sugerimos. E lembre-se de deixar espaço na mala para trazer o que você adquirir por lá.

Para os cosméticos e produtos de higiene, vale a mesma regra das roupas: um item de cada é suficiente até você encontrar outro nas lojas do país, ou um produto similar. Shampoos, condicionadores, sabonetes, protetores solares e hidratantes têm bons preços. O mesmo vale para os medicamentos de uso comum. Mais abaixo, fizemos uma dica geral sobre isso, que vale para os outros países também.

E se quiser levar algum aparelho eletrônico, que seja bivolt. Como a Austrália já foi colônia britânica, a voltagem padrão no país é a mesma da Inglaterra: 220V.

Siga estas dicas para se dar bem em qualquer país.

Se já arrumou a mala e ainda tem espaço sobrando, pode incluir um caderno e um jogo com lápis, caneta e borracha. Você vai precisar deles durante as aulas e serão menos itens para comprar quando chegar no seu destino.

Durante o voo, prefira levar uma mochila como bagagem de mão. Ela será sua companheira na hora de estudar e também se você decidir conhecer outras cidades.

Evite os sapatos de salto alto. Prefira sapatilhas e tênis. Este último é item fundamental, pois é certo que você irá caminhar bastante, provavelmente mais do que está acostumado no dia a dia. A menos que a cidade tenha muitas ladeiras. Nesse caso, o transporte público será seu principal meio de deslocamento. As botas também precisam ser confortáveis e sem salto.

Leve os remédios de uso comum, para dor de cabeça, gripe, rinite, dor de estômago e outros que você está acostumado a usar. Pelo menos até você saber quais e onde comprar. Para as meninas, no caso de anticoncepcional, peça uma receita para o seu ou a sua ginecologista, de preferência em inglês, prescrevendo a quantidade que você está levando. E coloque na mala o suficiente para todo o período, sempre em caixas lacradas. Para adquirir anticoncepcional no outro país, você vai precisar gastar com uma consulta médica, pois é necessária uma receita local.

Para não esquecer nenhum documento, faça uma lista: carteira de identidade, passaporte com visto, passagens, matrícula na escola, reservas na hospedagem e telefones de contato. Também sugerimos que você leve uma cópia, de preferência autenticada, de todos os documentos pessoais. Deixe todos os originais numa pasta e leve com você na bagagem de mão. Eles serão requisitados quando você entrar no país. Se você é menor de idade, precisa incluir uma autorização para viajar sozinho.

Agora, mãos à bagagem e boa viagem!

Posts Relacionados

Os esportes mais populares em cada país para você praticar no seu intercâmbio

  Só porque você vai viajar, não significa que precisa abrir mão da atividade física. Se você já tem uma rotina...

Leia mais +

Conheça o processo de intercâmbio passo a passo.

  Todos os diretores e funcionários da Hello Study já realizaram intercâmbio, ao menos, uma vez na vida. Por isso, a...

Leia mais +

Job List & Work Guide - Gold Coast

JOB LIST: LAST UPDATE: 04/12/2019 Welcome to the weekly JOB LIST from Hello Australia – GOLD COAST. Our main goal is to...

Leia mais +

Palestras especiais para quem quer trabalhar e estudar na Austrália ou no Canadá

Outubro está chegando e com ele eventos exclusivos da Hello Study. No próximo mês, teremos o Bate-Papo Hello Study, em parceria...

Leia mais +

A Hello Study é certificada por: