20 curiosidades para você se apaixonar pelo Canadá

Quando a gente fala sobre o Canadá, a primeira coisa que vem à nossa cabeça é o frio. Mas o maior país da América é muito mais do que isso. Lá, você vai encontrar paisagens deslumbrantes, uma cultura fervilhante, com pessoas de todos os lugares do mundo, e uma das melhores qualidades de vida do planeta.

O Canadá também impressiona com os números do sistema educacional, o que influencia o modo de pensar e de agir de sua população, bem à frente dos demais países. A valorização dos estrangeiros e os índices de violência quase nulos completam o pacote. Se tudo isso ainda não foi capaz de encher os seus olhos, tenha certeza de que, até o final da leitura, você vai ter se decidido a mudar para o país da diversidade.

1. Uma vila do tamanho do mundo

Canadá vem da palavra “k’anata”, de origem Iroquoian, família linguística de alguns povos primitivos da América do Norte. Seu significado é “a vila” ou “pequena povoação”. Sabe-se que o explorador francês Jacques Cartier perguntou aos nativos onde ficava a antiga aldeia de Stadacona, local em que hoje é a cidade de Quebec. Os indígenas usaram a palavra enquanto indicavam o caminho e o aventureiro assumiu que esse era o nome da vila. Não deixa de ser uma ironia que a denominação do segundo maior país do mundo signifique “aldeia”. O território do Canadá só fica atrás da Rússia e se estende por 41% do continente norte-americano.

2. Procura-se moradores

Você já deve ter ouvido falar que o governo canadense está em busca de brasileiros interessados em morar e trabalhar por lá. Isso porque, apesar de ser o segundo maior país do mundo, o Canadá inteiro tem menos habitantes do que a área metropolitana de Tóquio.
O país é também uma das nações com menor densidade populacional no mundo. 60% dos seus habitantes moram perto da fronteira com os Estados Unidos, mais especificamente na região dos Grandes Lagos e do rio São Lourenço.
Com tão poucas pessoas num imenso território e a maioria concentrada numa só região, o Canadá acaba apresentando uma vasta área coberta pela natureza. Só as florestas ocupam 30% do seu território, o que representa 10% das florestas de todo o mundo.

3. Rainha de muitos reinos

Por falar no governo canadense, você sabia que ele tem uma rainha? E todos nós a conhecemos muito bem! Elizabeth II, a rainha da Inglaterra, é também a monarca do Canadá. Mas como isso é possível?
As antigas colônias inglesas, incluindo a Austrália, a Nova Zelândia e o Canadá, mesmo independentes, continuam a ter o soberano do Reino Unido como Chefe de Estado. Assim, Elizabeth II tem a palavra final nesses países, porém não governa. No Canadá, esse é o papel do Governador Geral, recomendado pelo Primeiro-Ministro e nomeado pela própria rainha. Desde 2017, o cargo de Governador Geral do Canadá é exercido por uma mulher: Julie Payette, que foi indicada pelo Primeiro-Ministro Justin Trudeau. E só para contabilizar: Elizabeth II é rainha de 16 territórios, incluindo os países que fazem parte do Reino Unido.

4. Mulheres no poder

Já que o assunto são elas, é importante você saber: o Canadá é considerado o melhor país do mundo para as mulheres. Isso considerando as maiores economias do planeta.
Além de chegar ao topo do governo canadense, as mulheres representam 45% da população economicamente ativa do país. A força de trabalho feminina ocupa praticamente todos os tipos de vaga profissional, independente dos cargos.

5. Onde mora a felicidade

A população do Canadá está entre as mais felizes do mundo. Isso é o que afirma o estudo World Happiness Report 2019, que coloca o país na 9ª posição. Todos os anos, a publicação analisa a vida das pessoas em 150 nações e considera várias características, como expectativa de vida, saúde, renda, rede de apoio social, generosidade, capacidade de fazer escolhas, confiança no país etc.
O Canadá também tem outros dados interessantes que influenciam na qualidade de vida e na felicidade dos seus moradores: a qualidade do ar no país é a terceira melhor do mundo, seu Índice de Desenvolvimento Humano – IDH também está entre os mais altos, o Produto Interno Bruto – PIB ocupa o 11º lugar em todo o planeta, mais de 99% dos habitantes são alfabetizados e mais da metade das pessoas são graduadas.

6. Eureka!

Será que a felicidade influencia a criatividade? O Canadá é uma prova de que sim. Várias grandes invenções e descobertas da humanidade são canadenses, como o telefone, a lâmpada, a televisão, o sistema IMAX de cinema, o microscópio eletrônico, o querosene e a insulina.
Até o basquete, que fez fama nos Estados Unidos, teve sua origem no Canadá. O professor canadense James Naismith criou esse esporte em 1891, como uma atividade para seus alunos praticarem tanto no verão quanto no inverno.

7. Paixão nacional

Apesar do basquete ter sido inventado no Canadá e o lacrosse ser o esporte oficial do país, é o hóquei sobre o gelo que virou febre entre as torcidas canadenses. Criado em 1834, o esporte é na verdade uma adaptação do hóquei inglês, jogado no campo.
Todas as escolas e universidades do Canadá possuem quadras de gelo para seus alunos e os times de hóquei mais conhecidos no país são o Ottawa Senators e o Montreal Canadiens. Ah, e cuidado para não confundir esse esporte com o curling, que também é praticado pelos canadenses em quadras de gelo, mas tem origem escocesa.

8. O inverno está aqui

Ok, não vamos enganar você. O inverno no Canadá não é para amadores. A estação tem nevascas e as temperaturas chegam a níveis abaixo de zero. Só para você ter uma ideia, em 1947, os canadenses registraram sua menor temperatura já vista: -63ºC! Ottawa, por exemplo, é a segunda capital mais fria de todo o planeta, perdendo apenas para Ulaanbaatar, da Mongólia. Mas não se engane pensando que é tudo sempre frio: com exceção das regiões árticas, o clima predominante no país é o temperado e os verões são quentes. A cidade de Toronto tem a maior variação de temperatura, podendo registrar até 40ºC no verão e -33ºC no inverno – uma diferença de quase 70ºC.

9. Mundo invertido

Para ajudar as pessoas a enfrentar o inverno, o Canadá criou verdadeiras cidades em seu subsolo. Isso mesmo! Só em Toronto, existem mais de 1.200 comércios embaixo da terra, com lojas, mercados, restaurantes, academias, cinemas, lavanderias, clínicas médicas, estacionamentos e outros serviços. Esse mundo subterrâneo também existe na cidade de Montreal.

10. País bilíngue

Quem escolhe fazer intercâmbio no Canadá pode treinar duas línguas ao mesmo tempo. Isso porque o país tem o inglês e o francês como idiomas oficiais. Você vai encontrar as duas línguas na maioria das embalagens de produtos e também em placas e avisos.
Mas atenção: o idioma oficial é definido por cada província. Enquanto o inglês é a língua preferida na maioria das regiões, Quebec adota o francês. Montreal, por exemplo, é a maior cidade de língua francesa fora da França.

11. Meu amigo urso

Nunavut é a mais nova província do Canadá, criada em 1999. Também é a maior região administrativa do país e a que se localiza mais ao norte. É constituída por uma parte continental e pelo arquipélago ártico canadense. Está bem ao lado da Groenlândia e, por esse motivo, abriga metade dos ursos polares de todo o mundo.
Mas, se você deseja ficar cara a cara com um animal desses, não precisa ir tão longe. Na província de Manitoba, ao sul de Nunavut, há uma cidade que reúne mais ursos polares do que pessoas. Seu nome é Churchill e várias agências de turismo canadenses oferecem passeios até o local, incluindo estadia na cidade e tours para ver os simpáticos bichinhos. Por esse motivo, Churchill e conhecida como a capital dos ursos polares.

12. O país dos lagos

O Canadá tem mais um destaque mundial: é o país com mais lagos de água doce do planeta, equivalente à metade dessa água em todo o mundo. Ao todo, são 31.752 lagos, considerando apenas os de maior tamanho, com mais de três quilômetros quadrados. A província de Ontário, sozinha, possui 25 mil lagos.
Além de lindas paisagens, os lagos canadenses ainda rendem boas curiosidades. Um deles, na província de Manitoba, recebeu um nome impronunciável: é o lago Pekwachnamaykoskwaskwaypinwanik, que significa “lugar onde pescamos trutas selvagens com anzol”. Outro lago, na província de Ontário, forma a praia de água doce mais longa do mundo, a Wasaga Beach. Sua faixa de areia possui 14 km de extensão.

13. Deserto canadense

Quem diria que existe um deserto no Canadá? Com apenas 2,6 quilômetros quadrados, o deserto de Carcross está localizado na província de Yukon, que faz divisa com o Alasca. Mesmo que as areias estejam cobertas por neve, ainda dá para conhecer, pois há uma passarela para os turistas caminharem. Os moradores da região divulgam o local como o menor deserto do mundo, o que não é bem verdade. Primeiro porque esse recorde pertence oficialmente ao Deserto de Maine, nos Estados Unidos. Segundo porque Carcross não é exatamente um deserto: seu clima é úmido demais. Na verdade, trata-se de uma zona formada por dunas de areia.

14. Rainha das florestas

O bordo é uma árvore típica do Canadá e foi chamado de rainha das florestas canadenses pelo primeiro prefeito da cidade de Montreal, Jacques Viger. Sua folha está desenhada na bandeira do país, que é conhecida como Maple Tree Flag (bandeira do bordo).
Da seiva dessa árvore, é extraído um xarope conhecido como maple sayrup. Sua aparência é bem próxima do mel de abelha e é usado pelos canadenses sobre torradas, waffles, panquecas, rabanadas e salgados. Vai ser difícil não provar.

15. Com a faca e o queijo na mão

Pense naquele queijo cheddar derretido. Já dá água na boca! Pois no Canadá você vai comer bastante dele. É que o cheddar é o queijo preferido dos canadenses. Inclusive, é um dos ingredientes do prato típico do país, o Poutine, que leva batata frita, cheddar e molho gravy, feito à base de carne. E já que o assunto é queijo, no Canadá você vai ter a chance de conhecer o Oka Cheese, considerado um dos melhores ingredientes do mundo e fabricado na província de Quebec. O Oka Cheese só não tem fama internacional porque é muito difícil encontrá-lo em outros países. Apenas no Canadá você consegue provar essa iguaria.

16. Vinho congelado

Uma bebida característica do Canadá é o Icewine, um vinho feito a partir de uvas congeladas ainda na videira, antes de serem colhidas. Olha que interessante! As uvas passam, no mínimo, 3 dias sob uma temperatura abaixo dos 8ºC. Depois da colheita, elas são processadas ainda na forma de gelo. O resultado é um vinho doce, tipo um licor, usado como sobremesa. Além do Canadá, só a Alemanha produz o Icewine.

17. Bebeu água?

No Canadá, você não precisa ficar se preocupando em comprar água sempre que estiver na rua. Isso porque o sistema de tratamento torna potável a água que sai das torneiras. Em todo o país, a água dos canos é própria para o consumo humano. Mesmo que alguns moradores mais preocupados mantenham filtros em casa, você pode beber sem culpa.
E tem mais: é essa mesma água que você vai beber quando pedir em bares e restaurantes. Por isso, ela não é cobrada. Os canadenses defendem o direito das pessoas de ter acesso gratuito a esse líquido precioso.

18. Dinheiro da diversidade

O Canadá não é o país da diversidade à toa. Além de mulheres e homens terem o mesmo espaço no mercado de trabalho e a união civil entre pessoas do mesmo sexo ser permitida desde 2005, o país dá uma atenção especial aos deficientes visuais: as cédulas do dólar canadense têm marcas em braile. Uma solução simples que facilita a vida de muita gente.

19. Abaixo de zero

As temperaturas frias não parecem ser um problema para os canadenses. Na verdade, eles curtem o desafio. Tanto que, na ilha de Newfoundland, na costa leste do país, os moradores costumam jogar hóquei sobre o Oceano Atlântico congelado.
Outra atividade curiosa incentivada pelo frio é o Polar Bear Swim, na cidade de Vancouver. No primeiro dia de ano novo, às 14h30, os moradores se atiram ao mar, na baía inglesa. Só de pensar, já gela a espinha!

20. Loch Ness é aqui

Você com certeza já ouviu falar da criatura monstruosa que habitaria o lago Ness, na Escócia. O que você ainda não deve saber é que os canadenses têm o seu próprio monstro. O Ogopogo seria uma serpente marinha que vive no Lago Okanagan, na Colúmbia Britânica, um primo do extinto basilosauro. Quem se arrisca a procurar?

Posts Relacionados

Conheça o processo de intercâmbio passo a passo.

  Todos os diretores e funcionários da Hello Study já realizaram intercâmbio, ao menos, uma vez na vida. Por isso, a...

Leia mais +

Job List & Work Guide - Gold Coast

JOB LIST: LAST UPDATE: 06/11/2019 Welcome to the weekly JOB LIST from Hello Australia – GOLD COAST. Our main goal is to...

Leia mais +

Palestras especiais para quem quer trabalhar e estudar na Austrália ou no Canadá

Outubro está chegando e com ele eventos exclusivos da Hello Study. No próximo mês, teremos o Bate-Papo Hello Study, em parceria...

Leia mais +

20 curiosidades para quem acredita que conhece os Estados Unidos.

  Por mais filmes e séries de TV americanas a que assistimos, os Estados Unidos ainda podem surpreender muitos intercambistas brasileiros....

Leia mais +

A Hello Study é certificada por: